É Preciso Esforço

Imagem relacionada

Certo dia, um homem caminhava por uma estrada deserta e começou a sentir fome. Não estava prevenido, pois não sabia que a distância que ia percorrer era longa.
Começou a prestar atenção na vegetação ao longo do caminho, na tentativa de encontrar alguma coisa para acalmar o estômago.
De repente notou que havia frutos maduros e suculentos em uma árvore.Aproximou-se mas logo desanimou, pois a árvore era muito alta e os frutos inacessíveis.
Continuou andando e foi vencido pela fome e o cansaço. Sentou-se na beirado caminho e ficou ali lamentando a sorte.
Não demorou muito e ele avistou outro viajante que vinha pelo mesmo caminho. Quando o viajante se aproximou, o homem notou que ele estava comendo os frutos saborosos que não pudera alcançar e lhe perguntou:
– Amigo, belo fruto você encontrou.
– É, respondeu o viajante. Eu o encontrei no caminho, a natureza é pródiga em frutos suculentos.
– Mas você tem a pele machucada, observou o homem.
– Ah, mas isso não é nada! São apenas alguns arranhões que ficaram pelo esforço que fiz ao subir na árvore para colher os frutos. Continuar lendo

Mestre, não te importa que pereçamos?

Resultado de imagem para Mestre, não te importa que pereçamos?

“…tendes necessidade de ser fortaleza e união, a fim de que possais enfrentar as tempestades que se aproximam.”

A palavra tempestade, do latim ‘tempestate’, significa tormenta ou agitação. Em sua acepção física, tempestades são fenômenos atmosféricos naturais marcados por ventos fortes, trovoadas, relâmpagos, raios e chuva.

“A Doutrina Espírita nos ensina que somos espíritos e como tal compreendemos que fomos criados simples e ignorantes, quer dizer, sem ciência e sem conhecimento do bem e do mal, mas perfectíveis e com uma igualdade de aptidão para tudo adquirir e tudo conhecer com o tempo.” [2]

Porém o tempo, ah, o tempo! Esse soberano amigo existe para marcar os limites entre o ontem e o hoje, dando-nos a expectativa do amanhã, seja na matéria ou fora dela.

O espírito após mergulhar na experiência física utiliza o tempo e a liberdade ou livre arbítrio para realizar suas conquistas positivas ou negativas. Continuar lendo

Qual é o real valor de um homem?

Resultado de imagem para Qual é o real valor de um homem?

A lenda conta que certa mulher pobre, com uma criança ao colo, passando diante de uma caverna, escutou uma voz misteriosa que dizia lá de dentro:

Entra e apanha tudo o que desejares, mas não te esqueças do principal!!!

Lembra-te, porém, de uma coisa:  Depois de saíres, a porta fechar-se-á para sempre.

Portanto, aproveita a oportunidade, não te esqueças do principal!!

A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas.  Fascinada pelo ouro e pelas joias, pôs a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no avental. Continuar lendo

O Bem e o Mal na Visão Espírita


Qual é a diferença entre o bem e o mal?
O que é o Bem?
É aquilo que enseja as condições ideais ao equilíbrio, à manutenção, ao aprimoramento, ao progresso de uma pessoa ou de uma coletividade.  É o conjunto de princípios fundamentais propícios ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento moral, quer dos indivíduos, quer da comunidade.  É o conjunto de fatores adequados a colocar e manter cada indivíduo no ápice de sua realização pessoal.  Aquilo que traz alívio, vantagens, bem-estar, cuja posse ou processo (física ou espiritual) julga a coletividade ser conveniente à manutenção e ao progresso do homem.  (Definição dada pelo Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa) Continuar lendo

O Poder da Vontade

Resultado de imagem para o poder da vontade

Querer é poder! O poder da vontade é ilimitado. O homem, consciente de si mesmo, de seus recursos latentes, sente crescerem suas forças na razão dos esforços. Sabe que tudo o que de bem e bom desejar há de, mais cedo ou mais tarde, realizar-se inevitavelmente, ou na atualidade ou na série das suas existências, quando seu pensamento se puser de acordo com a Lei divina. E é nisso que se verifica a palavra celeste: “A fé transporta montanhas.”

Não é consolador e belo poder dizer: “Sou uma inteligência e uma vontade livres; a mim mesmo me fiz, inconscientemente, através das idades; edifiquei lentamente minha individualidade e liberdade e agora conheço a grandeza e a força que há em mim. Amparar-me-ei nelas; não deixarei que uma simples dúvida as empane por um instante sequer e, fazendo uso delas com o auxílio de Deus e de meus irmãos do espaço, elevar-me-ei acima de todas as dificuldades; vencerei o mal em mim; desapegar-me- ei de tudo o que me acorrenta às coisas grosseiras para levantar o vôo para os mundos felizes!”

Vejo claramente o caminho que se desenrola e que tenho de percorrer. Esse caminho atravessa a extensão ilimitada e não tem fim; mas, para guiar-me na estrada infinita, tenho um guia seguro – a compreensão da lei de vida, progresso e amor que rege todas as coisas; aprendi a conhecer-me, a crer em mim e em Deus. Possuo, pois, a chave de toda elevação e, na vida imensa que tenho diante de mim, conservar-me-ei firme, inabalável na vontade de enobrecer-me e elevar-me, cada vez mais; atrairei, com o auxílio de minha inteligência, que é filha de Deus, todas as riquezas morais e participarei de todas as maravilhas do Cosmo.

Continuar lendo

Evangelho e Simpatia

Do apostolado de Jesus, destaca-se a simpatia por alicerce da felicidade humana.
A violência não consta da sua técnica de conquistar.
Ainda hoje, vemos vasta fileira de lidadores do sacerdócio usando, em nome d’Ele, a imposição e a crueldade; todavia, o Mestre, invariavelmente, pautou os seus ensinamentos nas mais amplas normas de respeito aos seus contemporâneos.
Jamais faltou com o entendimento justo para com as pessoas e as situações.
Divino Semeador, sabia que não basta plantar os bons princípios e sim oferecer, antes de tudo, à semente favoráveis condições, necessários à germinação e ao crescimento.

Continuar lendo

Convite ao Evangelho

"Segui-me e eu vos farei pescadores de homens." (Mateus: capítulo 4º, versículo 19.)

Não há outra alternativa: seguir Jesus ou atormentar-se.

Ao Seu lado a estrada apresentará os mesmos calhaus e cardos, sob sol ardente ou granizos fortes na quadra hibernal. As dificuldades não serão menos rudes e os sacrifícios em crescendo não diminuirão de improviso.

Renúncia e testemunhos à Verdade far-se-ão necessários a cada passo, de modo a exalçar a qualidade da Mensagem de que te fazes intermediário.

Semeando estrelas serás convidado a clarificar trevas, sofrendo no mister as condições de tempo e lugar onde deves agir.

Continuar lendo

Na Hora da Tristeza

“Vós sois a luz do mundo”
Jesus (Mateus, 5: 14)
“Não digais, pois, quando vir des atingido um de vossos
ir mãos: ‘É a justiça de Deus, Impor ta que siga o seu curso’.
Dizei antes: ‘Vejamos que meios o Pai misericordioso me pôs
ao alcance par a suavizar a sofrimento do meu ir mão’.”
(Cap. V, Item 27)

Entraste na hora do desalento, como se te avizinhasses de um pesadelo.
Indefinível suplício moral te impele ao abatimento, magoas antigas surgem à tona.
Sentes-te à feição do viajor, para cuja sede se esgotaram as derradeiras fontes do caminho.
Experimentas o coração no peito, qual pássaro fatigado, ao sacudir, em vão, as grades do cárcere.
Ainda assim, não permitas que a ansiedade te lance à tristeza inútil.
Se a incompreensão alheia te azedou o pensamento, recorda os companheiros enfermos ou mutilados, quando não conhecem a própria situação, qual seria de desejar e prossegue servindo, a esperar pelo tempo que lhes dará reajuste.

Continuar lendo

Em Tudo Dai Graças!!!

Seu fardo está muito pesado? Você esta pelejando no deserto? A luta está difícil e você já não vê mais possibilidades? Complicado!

Hoje você já parou para olhar a sua volta, sabe aquele olhar que vai longe e percorre o mundo em segundos?

Reparou quantas pessoas estão sofrendo com a guerra, quantos sofrem por não terem um pedaço de pão para comerem, um teto para se proteger, outros que não possuem água para beber, e ainda tem aqueles que não podem ver, não podem falar, nem ouvir e muito menos caminhar. Continuar lendo

Bem Aventurados os Aflitos (Evangelho Segundo o Espiritismo (Cap. V—itens: 01 à 10)

clip_image002[6]

Justiça e Causas das Aflições

Desde os tempos mais remotos da humanidade, que o homem precisa aprender a lidar com os seus medos, suas inseguranças, angústias e de todos os tipos de dificuldades encontrados na sua caminhada.

Podemos citar algumas dificuldades do nosso dia a dia, tais como: MORAIS, FÍSICAS, SAÚDE e FINANCEIRA.

Diante de toda essa complexidade no qual nos deparamos, em que podemos atribuir essa responsabilidade? Em Deus ou em nós mesmos?

Continuar lendo

Aceitação

Aceite o que vida traz para você. Talvez não entenda, de imediato, as situações nas quais se vê envolvido, mas, a vida soberana sabe o porque de todas as coisas. Não caia no erro de achar-se vítima disto ou daquilo, nem pensar que está sendo punido por uma justiça divina que você crê conhecer.

No atual estágio evolutivo, o homem é como um cego que tem a ilusão de ver. Portanto, conhecer a verdade dos fatos, ser capaz de avaliar e medir, chamando para si o papel de juiz, não é sua tarefa.  Eu lhe digo que há muito, muito mais a conhecer e que cada um tem o seu destino a cumprir.

Continuar lendo